29 de Novembro de 2015

Cidades sustentáveis e a gestão de resíduos orgânicos

Seminário discutirá cidades sustentáveis e a gestão de resíduos orgânicos em Cuiabá

Assessoria - A gestão adequada dos resíduos orgânicos é fundamental para implantação da Política Nacional de Resíduos em Cuiabá e em outras cidades do país, tendo em vista que a destinação incorreta desses resíduos pode ocasionar uma série consequências  negativas para o meio ambiente e a saúde humana, como a contaminação do solo e das águas por chorume e metais pesados, inviabilidade de reciclagem e reaproveitamento de resíduos, produção de gases do efeito estufa, entre outros problemas.
Com o objetivo de elaborar uma proposta de gestão sustentável para os resíduos orgânicos produzidos no município o Projeto Espaço Vitória, iniciativa socioambiental patrocinada pela Petrobras, está promovendo o II Seminário de Gestão de Resíduos Orgânicos de Cuiabá – Construindo um modelo de cidade sustentável. O evento acontecerá no próximo dia 01 de dezembro, a partir das 13:30h, no auditório da Associação Mato-grossense dos  Municípios,  (AMM), localizada na Av. Historiador Rubens de Mendonça(CPA) , em Cuiabá. 
Na programação do Seminário estão previstas, entre outras atividades, a palestra “Política Nacional de resíduos e sua Aplicação nos Municípios” com Jesse Barros, presidente da Associação dos Engenheiros Sanitaristas e Ambientais de Mato Grosso; mesa redonda com temas diversos como Sustentabilidade e Espaços Urbanos, Percepção Ambiental e Resíduos Sólidos, Inclusão de Catadores  X  Parceria Público Privada. Entre os convidados para a mesa redonda estão o arquiteto e urbanista,  José Afonso Botura Porto Carreiro (UFMT), a Bióloga e MBA em Perícia, Auditória e Gestão, Ambiental Reicla Vilela (Univag), o mestrando em Direito Ambiental, Adriano Braun (UFMT) e o vereador Leonardo, responsável pela criação da emenda de IPTU Verde para cidade de Cuiabá.
No final do evento será apresentada uma minuta de proposta para gestão sustentável dos resíduos orgânicos elaborada pela Rede de Cooperativas e Associações de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis e de Compostagem de Cuiabá (RECOOMARC). Em seguida será aberta uma plenária para coleta de sugestões do público, representantes de entidades e atores sociais ligados à cadeia produtiva dos resíduos sólidos do município.
O coordenador do Instituto Cidade Amiga, Paulo Wagner Moura, acredita que da plenária sairá uma proposta participativa, baseada na inclusão socioprodutiva dos catadores e catadoras do município.
“Uma proposta afinada com as exigências prevista na Política Nacional de Resíduos Sólidos PNS), uma proposta que tenha como norte a busca de soluções para  problemas sérios como a adequação do aterro sanitário, o cumprimento da logística reversa, a replicação de tecnologias sociais para coleta e compostagem dos resíduos orgânicos e a implantação de um programa de educação ambiental que viabilize a coleta seletiva em Cuiabá. Tudo isso, sem esquecer que solução para questão dos resíduos passa pela responsabilidade compartilhada envolvendo governos, empresas e a população”, enfatizou Paulo Wagner.

Fonte: Pauta Socioambiental

Tags: gestão de resíduos orgânicos, sutentabilidade
Receba as atualizações em seu email
Parceiros Dom Total Ecos IHU Ecojesuit Revista Veredas
Instituições Conveniadas